• Chinese (Simplified)EnglishFrenchPortugueseRussianSpanish
  • #PERFILCOM LICENCIADO EM “NÚMEROS” QUALIFICA PERFIL.COM

    equipa do perfilcom, que foi em busca de mais um currículo.

    Caro telespectador, ouvinte e digno leitor, começa agora a vigésima edição da rubrica sob égide do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do Ministério do Interior, denominada PERFIL.COM.

    Nesta edição o contemplado da semana chama-se Sócrates Cristóvão da Costa Francisco, nascido em Luanda, mais propriamente na Maianga, a 23 de Setembro de 1985, filho de Lino João Francisco e de Eva Cristóvão da Costa.

    O selecionado de hoje, muito cedo desenvolveu apetência pelo aprendizado escolar, foi assim que aos 6 anos, os seus pais matricularam-no numa escola de referência, nos arredores da sua moradia, meados de 1991.

    Neste mesmo estabelecimento de ensino, Sócrates concluiu o ensino primário. Partindo para a Escola Ngola Kanini, contra a sua vontade, disse, para fazer a 5ª classe.Em meados de 1995, os pais do contemplado da semana, mudam de residência, da Maianga para a Samba e era matriculado no Colégio “Caridade”, a fim de frequentar o ensino secundário.

    Alguns anos depois, Cristóvão inscreve-se no Instituto Médio do Prenda “Simione Mucune”, onde, por azar, partiu a perna durante uma partida de futebol, tornando impossível a sua rotina escolar durante dois anos.Recuperado da lesão, jovem persistente na conquista dos sonhos, Sócrates continuou a formação, já sem a presença dos progenitores, infelizmente!

    Reerguendo-se da lesão física e mental, o resiliente arregaçou as mangas e fez uso da sua capacidade intelectual, tendo começado a dar aulas de matemática e explicação aos meninos da pré até a 8ª classe, a ex-colegas e demais solicitantes.

    No ano de 2008, pela via de exame de aptidões, Sócrates entrou à Universidade Agostinho Neto, Faculdade de Ciência, curso de Matemática, cuja média foi de 12 valores.

    Na Sequência e no mesmo ano, Cristóvão é granjeado com um concurso público no MININT, para o Serviço de Migração e Estrangeiros, onde concorreu na categoria de Sub-oficial de Migração de 3ª Classe.

    Enquanto aguardava pela chamada do SME, o digno da semana concorreu pelo BIC, na área de caixa/balcão, no ano de 2009. Em 2010, o SME formalizou o seu ingresso efectivo, pelo que abandonou o BIC, para cumprir aquilo que sempre foi o seu foco.

    Após uma breve pausa para o café, Sócrates retomou o desenrolar da sua experiência pelo SME, dizendo que trabalhou na DAM, como técnico e algumas vezes como administrador adjunto na sala de emissão de vistos.

    Despindo-se de preconceitos, Cristóvão avançou que em 2011, foi transferido do DAM (ex Departamento de Estrangeiros) para o GEIA (ex Departamento de Informação de Trabalho). Pertencendo, assim, aos quadros do GEIA até aos dias de hoje, no Departamento de Informação e Analise, na Secção de Estatística, com a função de coordenador de estatística, na secção de estatística.

    Noutro ângulo, o escolhido da semana afirmou que nem mesmo perante as dificuldades, desistiu do sonho da formação superior, assim é que concluiu a sua licenciatura em Matemática, com média final de 17 valores. Muito bem!Actualmente, o nosso resiliente ostenta o grau de 2º subchefe de migração, ao serviço do MININT, especificamente no SME, Sócrates afirmou que tem o curso de estatística, informática, contra-inteligência e muitos outros de especialidade migratória.

    Esperamos que tenha apreciado este currículo da semana, deste membro da família MININT, que doravante tornará o seu perfil num bem de consumo interno e externo, através das plataformas digitais:no

    Facebook: Minint-Angolano

    Instagram: minint_angolano

    YouTube: Minint-Angola

    e no portal: www.minint.gov.ao/

    Até a próxima semana! Fique connosco!

    Publicado em: 10/12/20