• Chinese (Simplified)EnglishFrenchPortugueseRussianSpanish
  • COMUNICADO DE IMPRENSA

    nas páginas de vários órgãos da imprensa portuguesa, dando nota da detenção de uma funcionária

    da companhia aérea TAP, em Luanda, por suspeita dos crimes de auxílio à emigração ilegal e tráfico de seres humanos.

    Da investigação levada a cabo pela Unidade Aeroportuária do Serviço de Migração e Estrangeiros, foram colhidos os dados preliminares, que evidenciam que a referida funcionária recebeu, da segurança do aeroporto, os passaportes dos passageiros: JANETA MAVAKALA MIGUEL, de 31 anos, EMERANÇA MBUILA, de 27 anos, HELENA BAKENDA MUNDA KALENDA, de 7 anos e EBENÉZER JOÃO MUNDA KALENDA, de 1 ano, por haver fortes indícios de extravio propositado dos documentos, para posterior solicitação de asilo junto das autoridades portuguesas.

    Após a aterragem no aeroporto Humberto Delgado, os passageiros desembarcaram em primeiro lugar e recorreram ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) para efeitos de asilo.

    Publicado em: 07/11/19